13 de fev de 2010

Sob o Sol de Toscana


Sempre quis assisti este filme e  nunca conseguia, porém tinha certeza que ele me ensinaria algo.

O Filme apresenta à estória de uma mulher recentemente separada, após isso ela fica deprimida e perde o animo para tudo. Então recebe um presente de uma amiga, uma passagem pra Toscana na Itália. Chegando lá  após alguns dias ela se interessa em comprar uma casa abadonada. E então ela decide reconstruir aquela casa, enfim encontrou um objetivo e cada passo dado renovava suas esperanças.

Certa vez um velho homem daquela província contou-lhe uma estória.


- Existia uma divisa entre Veneza e Valencia, e essa divisa era no meio de duas montanhas altíssimas, então um homem resolveu construir um trilho pra unir um extremo ao outros, todos diziam que era possível e que nenhum trem andaria por aqueles trilhos. Após anos terem passados, este local é uma das travessias mais belas da região.


Então ela reuniu suas forças e se empenhou na reconstrução daquela casa.

E o tempo foi passando foi fazendo amizades, ela lutou e acreditou e  aquela casa abandonada torou-se cenário para um  belo casamento.

conclusão:


“Não podemos jamais perder a esperança’. 

De longe vejo as belas flores que estão florindo o jardim da minha vida. Preciso assim como a personagem do filme, ela aprendeu a colocar em prática o amor, colocar em prática suas metas e transformar seus sonhos em realidade afinal  nenhum sonho é impossível se acreditar que podem ser reais.

1 comentários:

Eder Barbosa de Melo disse...

Esse filme é realmente muito interessante. As vezes precisamos fazer algumas mudanças dráticas na vida para diblar o tédio. Nos engajar em algum projeto novo pode fazer bem, renovar nossas forças. Sou cinéfilo e amo ler críticas e comentários de filmes. Texto muito bom. Paz!

Postar um comentário